conectando rio natal

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Principal

Unibanco Arteplex em Botafogo - Cinemas, Livraria,Bistrô, Café...

E-mail Imprimir PDF

Há duas semanas fui ao espaço Unibanco Arteplex em Botafogo assisti o filme Amor e outras Drogas. Hoje, domingo (13/02/2011) fui  ver  Cisne Negro. Cinema lotado e o filme muito bom, vamos esperar o Oscar.
É um outro lugar acessível para quem tem qualquer cartão com bandeira Unibanco.  Dependendo da classe da bandeira dá direito a dois ingressos com 50% de desconto.
São 1.014 lugares nas salas do Unibanco Arteplex - Rio. Todas possuem ar condicionado, acesso para deficientes físicos, poltronas Irwin-Giroflex, projetores italianos Cinemeccânica e lentes alemãs Isco. A tecnologia de som leva a assinatura Dolby Digital, e também numa iniciativa pioneira na cidade, a sala 6 do complexo é a primeira no Rio de Janeiro a dispor de som THX, marca registrada do diretor e produtor George Lucas.
Ainda para conforto do espectador, o complexo dispõe de Livraria, Bistrô,
Fotogaleria, Bomboniere, Auditório de debates e seis bilheterias informatizadas para a venda de ingressos. Tudo isso distribuído em um espaço de aproximadamente 3.000 metros quadrados.
Unibanco Arteplex Botafogo
Praia de Botafogo, 316 - Rio de Janeiro

A livraria blooks que tem ao lado do café é muito boa e sortida. Chegando mais cedo sempre dou uma entrada e fico paginando os livros que me chamam a atenção, pelo título. E hoje um da editora Paz e Terra, lançado em 2010, sendo sua 1ª edição me chamou a atenção.
A história nos filmes
Os filmes na história
Robert A. Rosenstone
Prólogo:
Este é um livro que vai além da relação de espelhamento entre cinema e história e amplia as possibilidades de compreensão sobre a construção historiográfica e a construção cinematográfica do passado, iluminando não só a compreensão dos filmes mas da própria escrita da história. Robert Rosenstone apresenta uma análise minuciosa de filmes de diferentes nacionalidades, épocas e estilos cinematográficos, investiga de que forma o cineasta se torna um historiador, e examina a interação do cinema com o discurso histórico. Voltado para um público amplo, esta obra é também indicada a professores e estudantes de História, Ciências Humanas e Cinema e Comunicação.
Meu sonho (tenho tantos..) um dia é levar para as comunidades de zonas rurais. Sim, porque as comunidades das cidades sejam elas quais forem as pessoas tem mais acesso. Mas,  as que moram em zonas rurais para elas é tudo mais difícil.  Já presenciei  a alegria das crianças entrarem no mar pela primeira vez, imaginem um criança entrar no cinema pela primeira vez e se encantar com aquela telona

Quando pesquisava o site da biblioteca encontrei o:
É lendo que a gente se entende.  É é um grupo criado no Facebook, com o objetivo de básico de indicar uma boa leitura. Se você acabou de ler um livro e gostou muito ou se tem algum livro que marcou sua leitura, esse grupo é o lugar ideal para você fazer sua recomendação. É também um fórum sobre livros e leituras. Um lugar para debates, troca de ideias e estímulo à leitura.
Aqui me lembrou um livro que já postei aqui que é o  Conversando é que a gente se entende

Programação e informações:
www.unibancoarteplex.com.br

Ps: Como quase não Twito e nem sou muito de acessar o facebook, hoje fiquei satisfeita com a crônica da Fernanda Torres, ela começa falando do famoso Tamagoshi aquele cachorrinho que era preciso ser alimentado eletrônicamente, lembram? Cita que o  Twitter , facebook e afins são grandes invenções não restam dúvidas, que necessita de alimentação constante e se não são alimentadas morrem à míngua e para ser preciso alimentá-los consuminos preciosas horas reais de dedicação, acho que todos comprovamos isso. Eu,  prefiro ao invés de twitar colocar a cada vez que for a um filme, alimentar a informação aqui no meu blog/site, pois embora venha servir só a mim, isso já me basta para meus lembretes de filmes futuros.

Informações atualizadas em 03/11/11

O conto Chinês, deixando a rixa com os argentinos só com o futebol à parte. Vendo que as pessoas boas e ruins existem em qualquer parte do mundo. Gostei demais e ainda aproveitei a livraria Blooks para comprar o meu primeiro livro de Drummond, com o título: O observador no escritório. Como sou uma mera expectadora, longe de ser cinéfila e ou crítica, linko aqui o comentário do Diego Benevides.  Um conto chinês - simplicidade e carisma

Informações atualizadas em 20/12/11

Assisti em 11/12/11 o filme, Reidy a Construção da Utopiia, onde conheci um pouco mais sobre a cidade do Rio de Janeiro, mais princisamente como se deu a construção do Museu de Arte Moderna (MAM)e o aterro do Flamengo. Nesse dia na livraria Blooks me dei o meu presente de natal, um anel da Marisa Portela, que é da coleção conjunto água, que amei. Um anel em forma de rosa e com uma pérola.

Hoje, voltando novamente ao unibanco para ver dois filmes que gostei muito, que foi: Os nomes do amor.

O que é melhor, ser mais um na multidão ou ser único? Aceitar a vida como ela é ou tentar transformá-la com as armas de que se dispõe? Ser fiel à sua história ou viver o presente? Estes são alguns dos temas da comédia Os Nomes do Amor, leia mais na crítica em cinema na rede.  O outro, em seguida, foi: Um dia, inspirado no livro homônimo que já é considerado um best seller. Gosto de ler o livro antes de assistir o filme, não foi o caso. Mas, comprei o livro da Marta Medeiros, feliz por nada. Tinha curiosidade de ler esse livro de crônicas.

Informações atualizadas em 28/01/12

Dia de documentários musicias, aproveitei e embalei os dois: "A música segundo Tom Jobim" e "As canções".  Momentos que mais gostei, Tom com Frank Sinatra cantando Garota de Ipanema e Elis e Tom com águas de março, demais!. Ah sem nenhum palavras, mas não necessário.

Em seguida "As canções" um outro estilo com história de vida de pessoas (desconhecidas) através da música, muito legal. Para mim quem pagou a ida, foi a Deia que nem ela acredita que tem mais de 80 anos. O comandante dando conselhos para a mulherada, demais.

01/02/12

Fui ver Sherlock Holmes o jogo de Sombra. Aproveitando e comprando Clarice Lispector crônicas para jovens do Rio de Janeiro e seus personagens. Futuro post em dicas para livros, com certeza, pois tem uma crônica escrita há mais de 30 anos que está perfeito para o momento atual.   Me chamou a atenção "O que a internet está fazendo com os nossos cérebros - A geração superficial".

Fontes:
http://blooks.com.br (a foto aqui postada é de propriedade do site)
http://blooks.com.br/lendo-a-gente-se-entende/
http://www.pazeterra.com.br/livro.asp?pp=868 (Sobre o livro que a história nos filmes os filmes na história)

http://www.adorocinema.com/filmes/cisne-negro/ (Crítica e trailer do filme Cisne Negro)

http://www.adorocinema.com/filmes/amor-e-outras-drogas/ (Crítica e trailer do filme Amor e outras drogas)
http://www.cafecompop.com/2011/02/critica-de-filme-amor-e-outras-drogas-2010/

 

Comentar

@co.mailboxxx.net


Código de segurança
Actualizar

Sou Curiosa

O que você passa a conhecer é o seu conhecimento na sua visão, então porque não passar a informação para o outro e a partir daí cada um terá sua própria visão, respeitando o conceito (pré-determinado ou não) de cada um.

 
Pensando em viajar

"Tenho o mais simples dos gostos, me contento com o melhor" Oscar Wilde.

Acredito que o melhor nem sempre quer dizer custo alto, então, procuro dentro de minhas possilibidades fazer as minhas escolhas.... Sônia.

Links com fins sociais:

Casa do Bem
Fazer o bem sem olhar a quem...
ADOTE-RN
Associação de orientação aos deficientes

Meio Ambiente

Me siga também... TWITTER
Twitter @rionatal.

Estatísticas

Visualizações de Conteúdo : 1720438